30 de setembro de 2015

Comentários de João 21

_________________________________________________________________

Este capítulo faz parte da obra: “O Novo Testamento Comentado”, de autoria de Lucas Banzoli e de livre divulgação.
_________________________________________________________________


1 Depois disto Jesus se manifestou outra vez aos discípulos, junto ao mar de Tibérias; e manifestou [-se] assim:
2 Estavam juntos Simão Pedro, e Tomé (chamado o Dídimo), e Natanael (o de Caná de Galileia), e os [filhos] de Zebedeu, e outros dois de seus discípulos.
3 Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Dizem-lhe eles: Também nós vamos contigo. Foram, e subiram logo no barco; e aquela noite nada pescaram.
4 E fazendo-se já manhã, Jesus se pôs na praia; porém os discípulos não sabiam que era Jesus.
5 Então Jesus lhes disse: Filhinhos, tendes [algo] para comer? Responderam-lhe: Não.
6 E ele lhes disse: Lançai a rede do lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na pois, e já não a podiam tirar pela multidão dos peixes.
7 Disse pois aquele discípulo, a quem Jesus amava, a Pedro: É o Senhor! Ouvindo pois Simão Pedro que era o Senhor, vestiu-se com a roupa, (porque estava nu), e lançou-se ao mar.
8 E os outros discípulos vieram com o barquinho (porque não estavam longe da terra, mas sim a cerca de duzentos côvados) trazendo a rede de peixes.
9 Quando pois desceram à terra, viram já as brasas postas, e um peixe posto nelas, e mais pão.
10 Disse-lhes Jesus: Trazei dos peixes que pescastes agora.
11 Simão Pedro subiu, e puxou a rede para a terra, cheia de cento e cinquenta e três grandes peixes; e sendo tantos, a rede não se rompeu.
12 Disse-lhes Jesus: Vinde, jantai. E nenhum dos discípulos ousava lhe perguntar: Tu quem és? sabendo que era o Senhor.
13 Então Jesus veio, e tomou o pão, e deu-o a eles; e da mesma maneira o peixe.
14 E esta era já a terceira vez que Jesus se manifestou a seus discípulos, depois de haver ressuscitado dos mortos.
15 Havendo eles pois já jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão [filho] de Jonas, tu me amas mais do que estes [outros] ? Disse-lhes ele: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Alimenta meus cordeiros.
|fn:  N4: João. O mesmo nos versículos seguintes
16 Voltou a lhe a dizer a segunda vez: Simão, [filho] de Jonas, tu me amas? Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta minhas ovelhas.
17 Disse-lhe a terceira vez: Simão, [filho] de Jonas, tu me amas? Entristeceu-se Pedro de que já pela terceira vez lhe dissesse: Tu me amas? E disse-lhe: Senhor, tu sabes todas as coisas, tu sabes que eu te amo. Disse-lhe Jesus: Alimenta minhas ovelhas.
18 Em verdade, em verdade te digo, que quando eras mais jovem, tu mesmo te vestias, e andava por onde querias; mas quando fores já velho, estenderás tuas mãos, e outro te vestirá, e te levará para onde tu não queres.
19 E disse isto, fazendo entender que [Pedro] glorificaria a Deus com [sua] morte. E tendo dito isto, [Jesus] lhe disse: Segue-me.
20 E virando-se Pedro, viu que [o] seguia aquele discípulo a quem Jesus amava, o que também na ceia se recostara a seu peito, e dissera: Senhor, quem é o que te trairá?
21 Vendo Pedro a este, disse a Jesus: Senhor, e este, que [lhe acontecerá] ?
22 Disse-lhe Jesus: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa? Segue-me tu.
23 Saiu, pois, esta conversa entre os irmãos, que aquele discípulo não morreria. Contudo Jesus não lhe disse que não morreria, mas sim: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa?
24 Este é o discípulo que testemunha destas coisas, e estas coisas escreveu; e sabemos que seu testemunho é verdadeiro.
25 Ainda há, porém, muitas outras coisas que Jesus fez, que se sobre cada uma delas se escrevessem, penso que nem mesmo o mundo poderia caber os livros escritos. Amém.



21.4 não sabiam que era Jesus. V. nota em Jo.20:14.

21.7 a quem Jesus amava. V. nota em Jo.13:23. e lançou-se ao mar. Pedro era o mais desesperado em estar com Jesus, porque sentia o peso de culpa em função de suas negações ao Mestre.

21.15 tu me amas. Pedro havia negado Jesus três vezes, e agora Cristo lhe dava a oportunidade de se redimir, reafirmando seu amor por Ele também três vezes (aqui e nos versos 16 e 17).

21.15 apascenta meus cordeiros. Esta tarefa não era exclusiva de Pedro, mas de todos os pastores cristãos. O próprio Pedro pediu para que todos os presbíteros apascentassem o rebanho de Deus (1Pe.5:2), e Paulo pediu que todos os bispos pastoreassem a igreja de Deus (At.20:28). Portanto, a tarefa de pastorear o rebanho não era exclusiva de Pedro. Nem tampouco foi dado a Pedro o direito de pastorear pastores, mas apenas de pastorear ovelhas - o mesmo que foi dito a todos os demais. Pedro não era pastor de pastores (bispo de bispos), e sim mais um pastor de ovelhas, como os outros. Jesus estava recolocando Pedro em sua condição de líder após suas negações que geraram angústia e tristeza em seu coração; não, porém, na condição de "bispo dos bispos" (como ensina o catolicismo romano), mas de bispo em igualdade com os demais (v. nota em 1Pe.5:1).

21.18 outro te vestirá, e te levará para onde tu não queres. Jesus se referia ao martírio de Pedro, que, segundo a história, morreu crucificado de cabeça para baixo pelas autoridades romanas, numa cruz invertida ao seu próprio pedido, pois não se julgava digno de morrer da mesma forma que seu Mestre.

21.23 saiu, pois, esta conversa entre os irmãos. João corrige por escrito aquilo que foi erroneamente transmitido oralmente por Pedro, sobre ele não morrer. Este ensino se espalhou rápido como uma “tradição” ainda em plena era apostólica, mesmo sendo um entendimento errado transmitido oralmente. O fato de João ter corrigido por escrito uma transmissão oral errônea de Pedro nos mostra a superioridade da transmissão escrita sobre a transmissão oral. Aquilo que é transmitido oralmente pode tomar formas maiores, se transformar em boatos e cada um ensinar uma tradição diferente, mas aquilo que está escrito fica marcado e definido para sempre. João não fez uso de tradição oral para corrigir outra tradição oral – o que só iria aumentar as dúvidas e incertezas em torno de diferentes tradições – mas decidiu corrigir por escrito, por considerar uma fonte mais segura que aquela.

21.25 muitas outras coisas que Jesus fez. V. nota em Jo.20:30.

0 comentários:

Postar um comentário

O seu comentário passará por moderação e em seguida será exibido ao público.